Interessante

Quem realmente inventou o computador Macintosh?

Quem realmente inventou o computador Macintosh?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Em dezembro de 1983, a Apple Computers lançou seu famoso comercial de televisão Macintosh "1984" em uma pequena estação desconhecida, apenas para tornar o comercial elegível para prêmios. O comercial custou US $ 1,5 milhão e foi exibido apenas uma vez em 1983, mas os noticiários e os programas de entrevistas em todos os lugares o repetiram, fazendo história na TV.

No mês seguinte, a Apple publicou o mesmo anúncio durante o Super Bowl e milhões de espectadores viram seu primeiro vislumbre do computador Macintosh. O comercial foi dirigido por Ridley Scott, e a cena orwelliana retratou o mundo da IBM sendo destruído por uma nova máquina chamada "Macintosh".

Poderíamos esperar algo menos de uma empresa que já foi dirigida pelo ex-presidente da Pepsi-Cola? Steve Jobs, co-fundador da Apple Computers, estava tentando contratar John Sculley, da Pepsi, desde o início de 1983. Enquanto ele finalmente conseguiu, Jobs logo descobriu que não se dava bem com Sculley - que, depois de se tornar CEO da Apple Computers, terminou inicializando-o no projeto "Lisa" da Apple. O "Lisa" foi o primeiro computador de consumidor com uma interface gráfica de usuário (GUI).

Steve Jobs e o computador Macintosh

Jobs passou a gerenciar o projeto "Macintosh" da Apple, iniciado por Jef Raskin. Jobs determinou que o novo "Macintosh" teria uma interface gráfica do usuário como a "Lisa", mas a um custo consideravelmente mais baixo. Os primeiros membros da equipe do Mac em 1979 consistiam em Jef Raskin, Brian Howard, Marc LeBrun, Burrell Smith, Joanna Hoffman e Bud Tribble. Outros começaram a trabalhar no Mac em datas posteriores.

Setenta e quatro dias após a introdução do "Macintosh", a empresa conseguiu vender apenas 50.000 unidades. Na época, a Apple se recusou a licenciar o SO ou o hardware. A memória de 128k não era suficiente e a unidade de disquete integrada era difícil de usar. O "Macintosh" possuía a GUI amigável de "Lisa", mas faltavam alguns dos recursos mais poderosos da "Lisa", como multitarefa e 1 MB de memória.

Os trabalhos compensavam, garantindo que os desenvolvedores criassem software para o novo "Macintosh". Jobs imaginou que o software era o caminho para conquistar o consumidor e, em 1985, a linha de computadores "Macintosh" recebeu um grande aumento de vendas com a introdução da impressora LaserWriter e do Aldus PageMaker, que tornaram possível a publicação em computadores domésticos. Esse também foi o ano em que os fundadores originais da Apple deixaram a empresa.

Luta pelo poder na Apple Computers

Steve Wozniak voltou para a faculdade e Steve Jobs foi demitido quando suas dificuldades com John Sculley vieram à tona. Jobs decidiu recuperar o controle da empresa de Sculley agendando uma reunião de negócios na China para Sculley, para que Jobs pudesse realizar uma aquisição corporativa enquanto Sculley estivesse ausente.

As verdadeiras motivações de Jobs chegaram a Sculley antes da viagem à China. Ele confrontou Jobs e pediu ao Conselho de Administração da Apple que votasse no assunto. Todos votaram em Sculley e, em vez de serem demitidos, Jobs desistiu. Mais tarde, Jobs voltou à Apple em 1996 e trabalhou lá até sua morte em 2011. Sculley acabou sendo substituído como CEO da Apple.


Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos